|



0 COMENTÁRIO(S)
há um ano. Bergman com Antonioni:


0 COMENTÁRIO(S)
WRECKLESS ERIC WHOLE WIDE WORLD
When I was a young boy My mama said to me There's only one girl in the world for you And she probably lives in Tahiti
I'd go the whole wide world I'd go the whole wide world Just to find her Or maybe she's in the Bahamas Where the Carribean sea is blue Weeping in a tropical moonlit night Because nobody's told her 'bout you I'd go the whole wide world I'd go the whole wide world Just to find her I'd go the whole wide world I'd go the whole wide world Find out where they hide her Why am I hanging around in the rain out here Trying to pick up a girl Why are my eyes filling up with these lonely tears When there're girls all over the world Is she lying on a tropical beach somewhere Underneath the tropical sun Pining away in a heatwave there Hoping that I won't be long I should be lying on that sun-soaked beach with her Caressing her warm brown skin And then in a year or maybe not quite We'll be sharing the same next of kin I'd go the whole wide world I'd go the whole wide world Just to find her I'd go the whole wide world I'd go the whole wide world Find out where they hide her

SEMPRE A CONSPIRAÇÃO



0 COMENTÁRIO(S)
Zeitgeist, The Movie "What does Christianity, 9/11 and The Federal Reserve all have in common?" o filme de 2007, lançado em Junho do mesmo ano via online (Google Video), dividido em três partes e no qual se apresenta uma série de teorias da conspiração que abordam ordenadamente o Cristianismo, o 11 de Setembro e a Reserva Federal dos Estados Unidos da América. Controverso, fazendo concorrência a alguns dos maiores blockbusters de sempre, foi elevado ao trono dos reis das conspiração mundanas actuais:

|



0 COMENTÁRIO(S)
um escândalo de vídeo. diz-se.

gosto disto:



0 COMENTÁRIO(S)

|



0 COMENTÁRIO(S)

FEIST?



0 COMENTÁRIO(S)

|



0 COMENTÁRIO(S)

|



0 COMENTÁRIO(S)

|



0 COMENTÁRIO(S)
foto por: Rui Palha OUTRO Ao entardecer as ruas deixam-se atingir pelo que quiseres. Compassivas, legendadas para um ameno português, enredam-se e vão falindo pelas linhas tortas de uma subserviência sentimental. Numa hora em que ninguém te olha ou sequer procura, desfazes-te entre curvas e erros, passos teus e de um estranho que se habituou a seguir-te sem fazer comentários. Temos gostos diferentes e num café cada um pede o que lhe apetece. Eu penso na vida, ele na morte, e ficamos laborando à volta de insignificâncias, vagas ficções que acariciamos sabendo que houve gestos mais memoráveis que os nossos, arranhões mais fundos na pele do tempo, e que de qualquer modo tudo sarou. O mal a que os dias nos levam também já pouco abala este peito. Vinte e três anos depois chegamos a isto - a floração podre do desencanto. Vejo agora esse enorme cadafalso e como, um por um, os paraísos escoam pelo ralo do nosso desinteresse. Como um espasmo, um pensamento descobre-se consanguíneo com a cinza cuspida por este cigarro e o mais difícil de assumir é que nem a queda do anjo é livre, nem de nada lhe vale gritar.

DIOGO VAZ PINTO

papi trees



0 COMENTÁRIO(S)




papi moulin



0 COMENTÁRIO(S)

|



0 COMENTÁRIO(S)
RA RA RIOT dying is fine

|



2 COMENTÁRIO(S)
Louis Garrel

QUEM DIRIA, hein?



0 COMENTÁRIO(S)
Natalie Portman, no novo vídeo do namorado 'CARMENSITA', de Devendra Banhart

|



0 COMENTÁRIO(S)
"My purpose is to make films that will help people to live, even if they sometimes cause unhappiness"

|



0 COMENTÁRIO(S)
POR CÁ, DESDE ONTEM. NO IMDB, HÁ BASTANTE MAIS. COM HEATH LEDGER, PARA SEMPRE.
why so serious?


0 COMENTÁRIO(S)


0 COMENTÁRIO(S)
FLORIA SIGISMONDI
é enormíssima. Fotografou e filmou Marilyn Manson, The Cure, Bowie, Sigur Rós, Bjork, White Stripes, entre tantos outros, criando em todo o seu trabalho um universo de figuras tristes e grotescas, que largam um rasto de surreal & bizarro por onde quer que passem. Nascida em Itália e filha de cantores de ópera, acaba por se naturalizar Canadiana, depois de ter estudado desenho, ilustração e fotografia na Academia de Artes de Ontário. Começou como fotógrafa de moda mas o seu reconhecimento chega em 1996 quando dirige o video 'The Beautiful People' para Marilyn Manson. Desde então não tem parado, exibindo em inúmeras mostras colectivas ou individuais por todo o mundo. Está neste momento a produzir a sua primeira longa-metragem que aborda a banda rock'n'roll feminina dos anos 70 , The Runaways. PROGRAMA SOBRE FLORIA (em espanhol): AS FOTOS, com música de DAVID BOWIE: 'POSTMORTEM BLISS', A SUA 1ª CURTA EM ENTREVISTA VÍDEOS MUSICAIS: untitled#1 - sigur rós 'blue orchid' - White Stripes 'supermassive black hole' - Muse 'broken boy soldier' - Raconteurs 'obstacle 1' - Interpol ... SITE OFICIAL WWW.FLORASIGISMONDI.COM

CORRESPONDÊNCIAS



0 COMENTÁRIO(S)
A relação entre o casal Vieira da Silva-Arpad Szenes e Mário Cesariny.
No ano em que se comemoram os 100 anos do nascimento de Vieira da Silva, chega-nos 'Correspondências', uma exposição que dispõe a correspondência entre os três artistas.
Até 4 de Outubro na Fundação Arpad Szenes - Vieira da Silva, Lisboa.
O centro de documentação da fundação mostra finalmente parte do trabalho que tem vindo a desenvolver ao tratar o espólio de correspondência entre diversas personalidades e o casal Szenes-Vieira da Silva.
Desta feita, mostra-se a relação entre o casal e o surrealista Mário Cesariny - por meio da correspondência e de obras referidas em "Castelo Surrealista", texto de Cesariny, dos anos 60 (publicado em 1984) centrado na obra do casal de pintores.

MAKE UP & SIMILAR POWERS



0 COMENTÁRIO(S)
NIKOLE KIDMAN como VIRGINIA WOOLF,
em THE HOURS (2002), de STEPHEN DALDRY

HELEN MIRREN como ELIZABETH II,
em THE QUEEN (2006), de STEPHEN FREARS

MARION COTTILARD como EDITH PIAF,
em LA MÔME (2007) [aka LA VIE EN ROSE], de OLIVIER DAHAN

AMOR BEM CÃO



0 COMENTÁRIO(S)

O JN acompanhou durante três meses um jovem prostituto que vive pelas ruas do Porto.
Telmo tem 21 anos e precisa de vender o corpo para pagar a droga.

No coração do Porto, o negócio muda quando o dia termina.
À noite, o comércio acontece na berma da estrada. Em Sá da Bandeira, rua de rapazes verdes a alugar o corpo a homens maduros por 15 euros, às vezes mais, por meia hora, às vezes menos, desenrola-se permanente jogo de sedução entre carros caros e meninos baratos...



0 COMENTÁRIO(S)
O SUPREMÍSSIMO
ÍSSIMOÍSSIMOÍSSIMO!

NOVO ÁLBUM, NOVO SINGLE



0 COMENTÁRIO(S)
THE VINES HE'S A ROCKER
NICE VIDEO!

|



0 COMENTÁRIO(S)
ATLAS SOUND MY CAR


1 COMENTÁRIO(S)
Eu sei que o Lynch viu isto.
INTRO 'PERSONA' - INGMAR BERGMAN

|



0 COMENTÁRIO(S)
RADIOHEAD 'HOUSE OF CARDS' 'In Radiohead's new video for "House of Cards", no cameras or lights were used. Instead, 3D plotting technologies collected information about the shapes and relative distances of objects. The video was created entirely with visualizations of that data.' Directed by James Frost From the album IN RAINBOWS


0 COMENTÁRIO(S)
Oh sim há coisas bem piores do que estar sozinho às vezes são precisas décadas para ter consciência disso e muitas vezes quando se tem é demasiado tarde e não há nada pior do que demasiado tarde.

Fim

Somos como rosas que nunca se deram ao trabalho de desabrochar quando deviam ter desabrochado e é como se o sol estivesse farto de esperar.

causa e efeito os melhores geralmente morrem por suas próprias mãos apenas para escapar e aqueles que ficam pra trás nunca conseguem compreender por que alguém iria querer escapar deles

Charles Bukowski

(gosto de ti oh simples complexo)

VOU ALI VER UM FILME CHAMADO 'SPEED RACER'



0 COMENTÁRIO(S)
& JÁ VOLTO.oh yeah

DESCUBRA O INTRUSO:



0 COMENTÁRIO(S)
O TÍTULO DO FILME: POE (2009) O TEMA: EDGAR ALLAN POE O ACTOR: VIGGO MORTENSEN O REALIZADOR: SYLVESTER STALLONE
mal posso esperar para ver o que sai daqui...


0 COMENTÁRIO(S)
ADOLF HITLER "Gosta muito de dormir. Pelo menos até ao meio-dia. Ao acordar, volta a ser um rapaz sem rumo, não sabe o que fazer da vida. Parte para Viena. Sem trabalhar, logo dissipa a pequena herança que os pais lhe deixaram. Providencial é a pensão de 25 coroas que o Estado atribui à sua irmã, menor e órfã. Quer ser pintor. Por duas vezes é reprovado na admissão a Belas Artes. Não faz sequer um amigo. Dorme em albergues e bancos de jardim. Odeia a Viena dos Habsburgos. Odeia a disciplina burguesa. Odeia os operários que têm emprego e cumprem horários, eles são a aristocracia marxista. Odeia os judeus que, a troco de comissão, vendem pelas ruas as aguarelas que vai pintando. Odeia e sente que já vibra o seu diapasão nocturna"
O DITADOR FÃ DA DISNEY,
O PINTOR-ARTISTA:
À luz da iniciação a
& da contemporânea visualização do interessantíssimo
THE PRIVATE LIFE OF A MASTERPIECE.


0 COMENTÁRIO(S)

TUDO FOI DITO CEM VEZES & muito melhor que por mim Portanto quando escrevo versos É porque isso me diverte É porque isso me diverte É porque isso me diverte

e cago-vos na tromba

Boris Vian.


0 COMENTÁRIO(S)
mantemos por perto pessoas de estimação que vamos comprando com elogios sem preço e alguma flexibilidade, é preciso aturar-lhes a grosseria dos comportamentos, suportamos esta convivência mais para evitarmos ter que nos encarar a sós conversamos e trocamos sorrisos moles, impressões gratuitas sobre um mundo que nos quer e não nos quer temos em comum um apego sério por tranquilizantes, soporíferos e o álcool que às vezes nos faz ver a dobrar, umas vezes para melhor e outras para pior os alucinogénios deixaram de guardar as portas da percepção, tudo se tornou um pouco cínico, levemente caminhamos com um aperto que se vem tornando um estranho familiar desesperados confirmamos na expressão uns dos outros o nosso próprio fatalismo, muito deixou já de valer a pena e os espelhos fazem parte de uma noção de etiqueta que já não nos interessa houve quem tenha proposto uma geração y depois da x e depois de todas as outras que nos largaram à beira do precipício, não faz muita diferença o rótulo somos a prole dos semi-abortos liberais das facções cashing persuadidos pelo conforto e segurança das operações com números, o contabilista tornou-se o psicanalista moderno, ironicamente, ou não, agora também já oiço falar de uma geração revoltada simplesmente porque não tem a sua revolução, pessoas singulares num émulo plural casadas e divorciadas e casadas ainda à procura de alguém que as complete consolados pela liberdade para praticar actos consonantes com a hipnose comercial em alternativa à decomposição no sofá em frente à televisão todos contentes (e eu também) com um vazio no lugar da esperança críticos de todas as iniciativas sociais uns preparam-se o melhor que sabem para enfrentar tudo e todos como concorrência outros desistem e derivam de crédito em crédito autênticos tarzans baloiçando na selva com a liana ao pescoço, o futuro é a noite que virá hoje, a verdade só importa se não houver como lhe escapar de resto somos todos uns vencedores contra os falhados que podíamos ser e quem escreve um poema tanto pode falar disto como pode falar da vontade que tem de ter o que escrever, visto que quem decide o que se publica são os mesmos tipos cansados de se publicarem e de ninguém ter paciência para os ler Diogo Vaz Pinto

PORQUE É QUE EU GOSTO DE HISTÓRIA DA ARTE?



0 COMENTÁRIO(S)
EXAMES ASSIM ONDE JOGO JOGOS DESTES:
newer post older post

O ARQUIVO.

OS VOYEURS.